InícioMembrosRegistrar-seConectar-se
Mighty Sept RPG
When ?
Janeiro
2010
Wheather ?
London - Sol
21ºC 14ºC

Paris -
Nublado
18ºC 12ºC

Off ?
Aceitando Canons
Aceitando Originais
Rpg liberado para postar!
Novidades
Rpg News


Missions & Chronicles

Recent Warnings
Sem avisos

mightysept@gmail.com
Staff
Admin's
Soul
Mind
Spirit

Mod's

Wallace Perrin

MegaMuh

Uma rádio?

Brevemente...

Com Dj. Aki!

Agradecimentos
Antes de mais, queria agradecer ao Rúben (Aki*), á Débora (Deb), á Aline (Linez) e á Rita (R!ta), pois são os pais do Mighty Sept, que tiveram a ideia de re-criar este mundo, e por isso, são a estas quatro pessoas que devemos fazer vénias quando elas passarem! Não deixando de parte os grandes amigos e "musos" : o Rafa, o Gê, a Suh, a Francis, a Kelly e muitos outros, é claro, porque... nós lembramo-nos de todos os nossos amigos!!!

De forma geral podemos dizer que o Migthy Sept é inspirado em vários BrainStorming's iniciais, sendo eles principalmente: "Heroes", "X-man", "Smallville", "The Vampire Diaries", "Sekirei", "Wikipédia" entre outros. Não vamos nos esquecer do famoso, ilustre e maravilhoso New Age, onde foi talvez o ponto de encontro dos Administradores Fundadores: Obrigado Gê e Gutto!

De todas as formas, o conteúdo foi tirado da nossa cabeça wikipédia e do cérebro Google. Porém... todo o que não seja conteúdo (vocês entendem u.ú) foi elaborado pelo Aki, Linez e R!ta.

Finalmente, finalizo a minha deixa finita... com um agradecimento a todos os jogadores que tiveram a coragem de ler tudo o que escrevi (<3) e de jogarem no nosso Rpg com tanto carinho, amor e paixão. A esses sim: Um sincero... Vá jogar! Obrigado...

J. Pearce
Parceiros
O Trama 2

___
Adicione, contacte e torne-se
 nosso Parceiro!

mightysept@gmail.com

___

X Generation Fórum grátis

Compartilhe
 

 O Trama

Ir em baixo 
AutorMensagem
J. Pearce
Moderador
Moderador
J. Pearce

Mensagens : 117

O Trama Empty
MensagemAssunto: O Trama   O Trama Icon_minitimeTer Jul 26, 2011 10:19 pm

Londres, 9 de Abril de 1964
Querida Natasha,

As pessoas mudam, a sociedade muda, o mundo muda. Enquanto existir a palavra evolução, todos vão querer um bom partido do desenvolvimento: poder. Ganância? Egocentrismo? Talvez, mas o Homem nunca deve ter pensado como nós podemos ser assim tão… mortais. Existem pessoas que com uma simples doença, incluindo arranhões, constipações e febres, morrem. Será que algum da vamos conseguir resolver isso? Já estamos á mais de três mil anos a tentar perceber o que está errado, e é agora que uma resposta vem ao de cima. Acredito que a evolução tentou mudar o seu destino. Ela está farta. Talvez seja melhor os humanos serem mais do que uns simples mortais. E não falo que a vida é um tédio, e precisa de mais adrenalina e emoção. Até, até eu já estou enterrado pelas areias do tédio, do desespero e da inutilidade. Natasha, sabes como resolver isso? Não, claro que não, pois eu fui o primeiro a descobrir. Soube que mutações genéticas estão a acontecer em algumas pessoas, conseguindo fazer mudanças no nosso corpo. Estas mudanças podem ser em nós, como uma maior força ou uma maior velocidade, ou simplesmente manipular o ar que respiras. Solução? Sim. São todas as respostas que eu precisava. Acabou-se com as preocupações mínimas, pois estamos prestes a assistir a algo grandioso. Infelizmente, nada é perfeito. A genética vai seleccionar um número limitado de indivíduos que se poderão revoltar e matar-nos, nós os normais. Nós não estamos preparados para isso. Como solução, tentei fazer um estudo. Os livros da minha família, que datam mais de trezentos anos, dizem que estas transformações já aconteciam na época deles, e um instrumento, que era extremamente poderosíssimo, conseguia manipula-los. Não digo que seja a atitude mais certa, mas novas raças se poderão formar, e a minha raça, a raça humana, facilmente poderia acabar e se transformar na próxima geração, a geração mutante. Natasha, será que me podes ajudar? Sei que a tua família é culta, e possuem os maiores conhecimentos da história europeia, inclusive a francesa. Ajuda-me, e talvez consigamos travar uma guerra. Até lá, protege-te…


Espero pela tua resposta o mais brevemente possível,
J. Pearce



Post Scritum: Cuidado com os mutantes sem poderes. Enquanto isto não mudar, é impossível serem eliminados. "

O mundo está repleto de histórias fantásticos. Contos infantis, lendas medievais, romances históricos e narrativas fantásticas sobre invasões de outros planetas e super heróis surreais. Histórias essas que são usadas muitas vezes com o principal fim de entretenimento, mas nas quais podemos encontrar morais escondidas que nos ajudam a descobrir coisas sobre nós próprios e o funcionamento da sociedade. No entanto, a questão principal que podemos colocar é, até que ponto esses contos são verdade.

Se hoje lhe dissessem que o planeta Terra não é apenas habitado por seres humanos e outros animais irracionais, o que é que pensaria? E não falo de extraterrestres, mas sim de seres racionais geneticamente mais evoluídos que os humanos, com capacidade para muito mais que eles. Você acreditaria, ou o seu primeiro instinto seria o de imediatamente rejeitar tal ideia e intitular o seu criador de “louco”? Bem, a forma de reagir varia bastante, de acordo com as personalidades, crenças e contexto familiar em que cada pessoa cresce. Mas também é verdade que se tem acentuado um crescimento de uma mentalidade cada vez mais céptica. Já não está na natureza da maioria dos mortais acreditar naquilo que está para além do que se pode ver e sentir.

Contudo, a nossa história passa-se numa época em que dados científicos recentes comprovam a existência de seres humanos que apresentam no seu DNA sequências nucleotídicas que constituem genes nunca antes vistos. E apesar de exteriormente em nada se diferenciarem de tantos outros, eles exprimem esses genes sobre a forma de outras características, às quais podemos dar o nome de super-poderes. E tudo isto devido única e exclusivamente a um processo evolutivo que deverá ter tido uma duração de milhares de anos.

A capacidade de voar, atravessar objectos sólidos ou controlar o próprio fogo são apenas algumas dessas características, que marcam a diferença entre um ser humano, e um mutante. Habilidades que lhes conferem os meios de conseguir mais que qualquer outro ser seria capaz com as suas próprias mãos. E foi aí que surgiu a primeira dúvida. Se podem ser melhores, porque continuar a viver como simples humanos? Faria todo o sentido que se intitulassem de uma raça superior, e juntos, acabassem com o período de prosperidade humana, para dar início ao governo mutante.

E a resposta foi encontrada hospedada no interior de uma pedra verde, que aparentemente não passava de mais que uma pedra preciosa semelhante a "jade", quando na realidade, ostentava um poder superior ao de qualquer outro mineral à face da Terra. A sua raridade é tal que muitas teorias foram formuladas acerca do seu aparecimento. Teria sido enviada do espaço por um embate meteorítico? Aflorado das profundidades do núcleo terrestre onde nunca ninguém tivera acesso? Ou teria resultara de um processo de recristalização singular que lhe conferira as suas características únicas? A resposta nunca foi encontrada.

Mas enquanto todas as teorias continuam a ser discutidas, 4 famílias guardam a chave do controlo dos mutantes. Na forma de anéis, brincos, pendentes ou qualquer outro adorno, quatro pedaços dessa pedra esverdeada têm sido passados de geração em geração, até chegar aos dias de hoje, constituindo importantes artefactos das famílias Aldworth, Baskov, Blake e Villard. Nas sua próximidade, qualquer super-poder e habilidade especial é anulada. É assim formada uma barreira em volta do portador da pedra, que torna qualquer mutante impotente, e assim, tão ou mais vulnerável aos perigos do mundo como um ser humano normal. E assim, o poder passou a residir no seio dessas famílias, que hoje em dia, procuram reunir e controlar o maior número de mutantes possível que possam usar para os seus próprios fins.

Centenas ou milhares de mutantes continuam à solta, escondendo-se com medo de serem encontrados. Mas enquanto muitos desses apenas procuram viver uma vida o mais normal possível, outros não têm qualquer problema em usar as suas habilidades para conseguirem uma vida muito mais facilitada. E agora, só o tempo dirá o quanto as famílias ou os mutantes livres serão capazes de mudar o mundo que até agora conhecíamos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
O Trama
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mighty Sept :: Administração :: Ínicio-
Ir para: